photo
Philip D. Walmer

Nascido nos EUA em 1941, formou-se em teologia de Conqueror’s Bible College em 1962 e ingressou no ministério no mesmo ano. Após 12 anos de ministério em vários níveis em sua terra natal, chegou ao Brasil em 1974, onde tem atuado como fundador de igrejas, pastor, evangelista, professor de seminário, entre vários cargos administrativos. Após quase 5 décadas de ministério ele anela compartilhar as coisas aprendidas no decorrer destes anos com pessoas que também anelam um ministério amplo e profundamente sucedido.

Devocional


 
O Último Capítulo


Nada deve ser mais importante para nós nestes dias que nos aproximamos do final do que ser "... firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão." (I Coríntios 15:58).


Foi em um dos aniversários de 11 de Setembro, e os jornais estavam cheios com artigos relativos desse dia infame. Tal artigo começou com estas palavras: "A sala de conferências estava cheia de conselheiros assentados para um discurso destacados na sombra crescente de outro 11 de setembro, buscando alguns conselhos e compaixão em um mundo cansado pela guerra e preocupação."


Esta pergunta foi feita aos conselheiros: "Quantos de vocês acham que este é o momento mais estressante que você já viu?" Mãos levantaram em todas as partes da sala. O palestrante notável, um psicólogo clínico de trinta anos, começou seu discurso. "As pessoas estão muito estressadas, elas estão com medo, elas estão ansiosas, elas estão preocupadas com a economia, elas estão preocupadas com o terrorismo, e por baixo de tudo, eu tenho medo, há uma sensação de que nós nem sequer entendemos com o que estamos lidando."


Qual uma imagem de uma realidade que não vimos antes. Na verdade, estamos vivendo no "último capítulo", e as pessoas no mundo nem sequer entendem o que estão lidando. Só Deus sabe!


Viagem em tempos passados era relaxante e até divertido. Agora, no momento em que uma pessoa recebeu o seu cartão de embarque e mostrou identificação com foto, ela sente a tensão que é apenas o começo. Sapatos e jaquetas devem ser removidos, computadores, telefones celulares, e todos os objetos de metal devem ser colocados em um cesto de plástico. Qualquer item de bagagem de mão deve deslizar através da máquina. Parece que a cada viagem, um objeto suspeito dispara o alarme, e uma pesquisa aprofundada deve ser feita. Recentemente, foi minha caneta Mont Blanc. Tudo na minha mala cuidadosamente embalada foi removida. Eu tinha levado a caneta durante anos, mas naquele dia a maneira como foi colocada na minha bolsa fez com que o funcionário pensasse que era algo perigoso. Não pode correr nenhum risco, que poderia ser parte de um complô.


Nós nunca voltaremos aos tempos passados de embarque de lazer em um avião. Ele só piorará com mais e mais restrições que estão sendo colocadas em nossos movimentos, porque todo mundo é considerado um terrorista em potencial. Onde quer que grandes multidões se reúnam, a segurança é estreitada com receio que algum terrorista poderia levar vantagem.


Paulo descreveu "... nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis..." em II Timóteo 3:1. Jesus disse. "... porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e nem haverá jamais. Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados." (Mateus 24:21-22)

 

Quando estávamos na escola, não gostava de testes e exames. Muitos estudantes esperavam até que um ou dois dias antes da prova e, em seguida, passava longas horas, dia e noite, no estudo. Chamamos "estudando para as provas finais." Por meses nós sabíamos que os exames estavam chegando, e preparação diária teria eliminado a cursinhos, mas pô-lo fora parecia à coisa certa a fazer.


As cinco virgens loucas estavam dormindo com as sábias, enquanto esperava o noivo chegar. Quando ele chegou, as cinco sábias subiram, prepararam as suas lâmpadas, saíram-lhe ao encontro. As virgens loucas descobriram que elas não tinham óleo e gritaram para a sábia. "E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam." Elas estavam tão despreparadas para as finais que queriam copiar daqueles que foram preparadas. As virgens loucas pensavam que algo poderia acontecer no último minuto, para prepará-las para a vinda do noivo. Não é assim. Na vinda do Senhor, muitos vão estar na mesma situação.


Há quanto tempo sabemos que no final do capítulo vai logo acontecer, mas de alguma forma pensamos que tivesse feito isso, não percebendo que estávamos à deriva e tinha sido por um longo tempo? De repente, nós passamos a procurar e descobrimos que nós estávamos de forma a rio abaixo de onde pensávamos que estávamos. Deriva é um processo inconsciente, que acontece tão facilmente.

"Portanto, convém-nos atentar, com mais diligência, para as coisas que já temos ouvido, para que, em tempo algum, nos desviemos delas." (Hebreus 2:1) A lei não escrita do "logro da gradual" tem o potencial de afetar cada um de nós. É tão fácil deixar de lado algumas das verdades da Palavra de Deus, por aquiescer gradualmente. Nós realmente não pretendíamos, mas algumas coisas que eram tão erradas para nós em um momento em nossa caminhada com o Senhor tornaram-se aceitável, e fazíamo-las sem uma pontada de culpa.


Nada deve ser mais importante para nós nestes dias que nos aproximamos do final do que ser "... firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão." (I Coríntios 15:58)


C.M. Becton

 

 

Avisos

Leitor,

Você quase não encontra tempo para ler Sua Bíblia. É difícil de ler alguns livros, então montei uma tabela de Leitura Bíblica que lhe ajudará. Vá até o site: www.simfiel.com.br/rec_adult.php

 

 

A dádiva de amizade verdadeira é que nos toma pela mão e faz nos lembrar que não estamos sozinhos nesta jornada.